Osteopatia

Especialidades

Osteopatia

O tratamento baseado na osteopatia é focado na dor do paciente onde, através das mãos e avaliação detalhada, o profissional irá procurar a principal causa da dor que pode estar relacionada a alterações no esqueleto, nas vísceras e nos componentes emocionais. Por atuar diretamente no foco da dor, o tratamento é eficaz e, na maioria dos casos, rápido.

Primeiramente, é realizada uma anamnese na qual se procura colocar em evidência a queixa principal do paciente e a busca por antecedentes que possam explica-la (quedas, acidentes, cicatrizes, doenças prévias e concomitantes, condições e hábitos de vida e de trabalho). Todas as dores e disfunções são analisadas, assim como a cronologia e o histórico do paciente. Em seguida, é realizado um exame postural que coloca em evidência alguns pontos chaves de tensão.

A postura do paciente é vista como uma estratégia do corpo em promover maior conforto e será necessário realizar uma análise e interpretação da mesma. Alguns movimentos poderão ser requisitados para evidenciar limitações ou perdas de mobilidade. Então, o fisioterapeuta irá realizar um exame físico manual em busca de regiões tensas ou com restrição de mobilidade.

image
image

Uma vez que o elemento causal tenha sido evidenciado, serão realizadas técnicas específicas onde o fisioterapeuta utiliza as mãos para devolver mobilidade aos tecidos e liberar as regiões geradoras de tensões. Com isso, devolve ao corpo o seu melhor estado de funcionamento, aliviando dores e melhorando a postura. Geralmente a dor ou qualquer outro sintoma é fruto de sobrecargas do corpo e o tratamento tem por objetivo encontrá-las e corrigi-las.

Sem contraindicações, a Osteopatia é indicada para os casos de dores de cabeça, dores nos ombros, cervicalgia (dores no pescoço), cervico-branquialgia (dores no pescoço e no braço), dores na região torácica, lombalgia, dores no quadril, dores no joelho, dores no tornozelo e pé, síndrome do túnel do carpo, tendinites, citalgia e ciáticas e hérnias discais. Indicada para todas as fases da vida, a Osteopatia pode ajudar desde crianças a idosos a manter ou melhorar a saúde, sendo também muito eficaz para atletas e desportistas.

A frequência do tratamento varia de acordo com cada paciente, pois depende da quantidade de correções que necessitam ser feitas e principalmente da capacidade do organismo do paciente de se adaptar e reagir com as manipulações corretivas, já que um importante principio da Osteopatia é respeitar a capacidade de auto cura do corpo.